RSS

Seguidores

Minha Família

quarta-feira, 17 de março de 2010

Você tem crédito no céu?


Daniel, pois, quando soube que o edito estava assinado, entrou em sua casa (ora havia no seu quarto janelas abertas do lado de Jerusalém), e três vezes no dia se punha de joelhos, e orava, e dava graças diante do seu Deus, como também antes costumava fazer. (Daniel 6:10)

Graça e Paz amado de Deus!
Todos nós conhecemos a história de Daniel, um jovem que foi escolhido para habitar no palácio do rei da Babilônia, mas que não se contaminou com os manjares do rei (Daniel 1:8). Sendo assim Deus deu a Daniel conhecimento, inteligência e entendimento em toda a visão e em sonhos (Daniel 1:17). Daniel era um jovem obediente e fiel a Deus e por isso Deus o exaltou dentre aqueles que serviam ao rei Nabucodonozor, tornando-se um dos três príncipes designados a liderar os presidentes que estavam espalhados pelo reino. Mas dentre os três príncipes designados pelo rei, Daniel se destacava e o rei pensava em colocá-lo como responsável por todo o reino (Leia Daniel 6). Então os príncipes e presidentes do reino tentavam achar algum defeito em Daniel para que pudessem denunciá-lo ao rei, como eles não achavam em Daniel nada que pudesse o desmoralizar resolveram criar um decreto que proibia, durante trinta dias, que qualquer pessoa fizesse petição alguma a qualquer deus ou a qualquer homem. Quem fosse achado fazendo tal coisa seria lançado na cova dos leões. O rei aceitou e quando Daniel soube da decisão tomada pelo rei entrou em sua casa e fez aquilo que fazia todos os dias: orou ao senhor. Aqueles homens seguiram Daniel até sua casa e o encontraram orando a Deus, então contaram ao rei o que Daniel havia feito. O rei até quiz voltar atrás em sua palavra, mas como costume entre os medos e os persas os editos de um rei não poderiam ser desfeitos, e então Daniel foi lançado na cova dos leões. Daniel passou a noite naquela cova cheia de leões famintos, mas os leões não tocaram em Daniel. O mais impressionante é que não há relatos sobre Daniel ter orado ou clamado a Deus por socorro dentro daquela cova, sabe por quê?
Daniel tinha crédito no céu. Nós vimos que Daniel orava, não uma, mas três vezes ao dia. Ele sabia que dependia de Deus e por isso o buscava constantemente. Ele não orava a Deus porque esperava um favor ou porque queria uma benção apenas, ele orava ao Senhor porque reconhecia sua total dependência de Deus. Por isso, ao ser lançado na cova dos leões Daniel pode descansar durante toda a noite, pois ele sabia que Deus estava ao seu lado.
E você, tem crédito no céu?
Se não tem é melhor começar a depositar no banco celestial, o seu depósito é a sua oração, a sua busca, a quantia é a que você acha que é necessária; mas saiba de um segredo quanto mais você deposita mais crédito você tem, assim em tempos de dificuldades você poderá descansar, pois saberá que Deus está contigo.
Viva o melhor ano da tua vida!
Marluce Cardoso de Jesus Silva

domingo, 14 de março de 2010

É possivel esperar sem sofrer!


"Por isso vos digo: Não andeis ansiosos quanto à vossa vida..." (Mateus 6:25)

Graça e Paz amado de Deus!
A palavra de Deus nos ensina a não andar ansiosos quanto a coisa alguma, mas muitas pessoas em nosso meio estão esmorecendo pelo meio do caminho por não suportarem o tempo da espera. Nós, como seres humanos, somos levados a querer tudo no nosso tempo e muitas vezes quando isso não acontece nos revoltamos. Mas se somos filhos de Deus precisamos saber que Ele como pai sabe de tudo o que precisamos mesmo antes de pedi-lo, e sendo assim, como um bom pai ele não nos deixa faltar nada (Salmo 37:25). Cabe a nós entender que tudo tem o seu tempo (Eclesiastes 3:1) e que Deus sabe quando é o tempo certo de agir.
Eu esperei durante dois anos a promessa de Deus se cumprir em minha vida, durante este tempo eu sofri, chorei, passei até mesmo por humilhações, e eu achava que eu mesma poderia fazer algo para mudar a situação. Durante todo este tempo não foram poucas as vezes que me deu vontade de desistir, o nosso coração muitas vezes, ou na maioria das vezes não sabe esperar, mas eu esperei e quando eu achava que não havia mais solução, quando eu deixei de querer tentar fazer algo para "ajudar" a Deus, Ele se manifestou com poder e me trouxe aquilo que eu esperava. Eu costumo dizer que cada coisa que acontece na nossa vida é para nos ensinar algo, e feliz é aquele que toma como aprendizado cada luta que enfrenta. Pra mim foi assim, aprendi a descansar em Deus, e acima de tudo aprendi a esperar no senhor. O grupo Renascer Praise canta uma música, que pra mim foi como um hino a cada dia que eu esperava, a letra é assim: "É possível esperar sem sofrer na certeza de que estás no controle, pois não tarda e não falha o Deus forte de amor, em seu tempo fará o milagre..."
Como eu sei que isto é verdade! O salmista no ensina algo muito precioso no Salmo 40:1, precisamos esperar com paciência, e o mais importante: precisamos esperar no Senhor. Se eu tivesse desistido, parado pelo meio do caminho eu não poderia estar dizendo hoje que Deus realizou o milagre na minha vida, pois Deus não se agrada daqueles que esmorecem, mas Ele tem prazer em socorrer aqueles que esperam n'Ele.
Se você está passando por um longo período de espera saiba que Deus é contigo, e se você me permite te dar um conselho eu digo: Não desista, não esmoreça, não deixe a sua fé se extinguir, pois você tem uma aliança com Deus e Ele nunca vai te Desamparar, creia nisso!
Viva o melhor ano da sua vida!

segunda-feira, 8 de março de 2010

Parabéns a todas as mulheres!

Imagens para orkut

RecadoAlegre.com - Encontre aqui as melhores imagens para Orkut!

O cavalo e o porco


Certo homem tinha uma fazenda, e nela havia vários animais entre eles um cavalo e um porco. Um dia seu cavalo adoeceu e aquele homem começou a procurar meios de fazê-lo recuperar-se, chamou o veterinário que logo receitou remédios e tratamentos para que o cavalo melhorasse, mas o cavalo não se levantava. O porco que também gostava muito do cavalo começou a incentivar o amigo para que ele se levantasse, mas o cavalo continuava sem forças para se levantar. Passados os dias, o cavalo não se erguia e o veterinário deu o veredicto: "Se em três dias ele não se levantar vamos ter de sacrificá-lo". Ao ouvir aquilo o porco se preocupou muito e voltou a incentivar seu amigo a se levantar daquele chão. Dia após dia o porco ia até seu amigo cavalo e dizia: " Se você não se esforçar você não vai conseguir sair daí. Tenha força, levante-se". E assim foi até que chegou o dia em que o veterinário retornou, e para surpresa de todos o cavalo tinha se levantado, no dia seguinte ele já estava trotando e o fazendeiro se alegrou muito, e na sua alegria o fazendeiro disse: "Meu cavalo se recuperou, agora eu vou celebrar, vamos matar o porco para fazer uma grande festa!"
Moral: Será que você está disposto a abrir mão de sua vida pela vida de seu próximo?
Parece algo aterrador, dar a vida pelo próximo, mas foi isso que Jesus fez por você. Ele deixou sua glória, o seu trono no céu e por amor a mim e a ti, morreu na cruz derramando seu sangue para que eu e você, hoje, pudéssemos nos alegrar em Deus.(Isaías 53:1-9)
Jesus sofreu humilhações, foi ferido, cuspido, açoitado por mim e por ti, para nos livrar do peso do pecado, para nos dar nova vida. Isso que é amor!
E será que nós também podemos ter o caráter de Cristo, um caráter de alguém que ama incondicionalmente, que se doa para ver o bem do próximo. Se queremos ter o caráter de Cristo precisamos agir como Ele, precisamos amar ao nosso próximo como a nós mesmos (Marcos 12:31), a ponto de oferecer a nossa vida para salvar a de outros.
Pense nisso...
Viva o melhor ano da tua vida!
Marluce Cardoso de Jesus Silva

quarta-feira, 3 de março de 2010

7 Diferenças entre a multidão e o discípulo


"Vós sois o sal da Terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo: não se pode esconder uma cidade edificada sobre o monte; nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus." (Mateus 5: 13-16).

Olá! Graça e Paz, amado de Deus...
Quando lemos este texto podemos entender que quando Jesus disse que os discípulos são o sal e a luz do mundo Ele quis dizer que os discípulos tinham que ser a diferença, tinham que ser o exemplo positivo para este mundo. A missão dos discípulos, dada por Jesus, era influenciar o mundo com o amor de Deus.
Um discípulo tem as marcas de Cristo, tem alegria, e através da sua vida, do seu testemunho ele alcança almas para o Senhor Jesus. Um discípulo é um seguidor de Jesus. Mas durante seu ministério aqui na Terra Jesus teve muitos seguidores, alguns se tornaram seus discípulos, outros só estavam no meio da multidão, eles seguiam a Jesus mas queriam ser apenas expectadores.É claro que os que se tornaram discípulos escolheram a melhor parte, os que ficaram na multidão apenas se maravilhavam com os milagres que Jesus operava na vida de outros, mas eles mesmos não viviam os milagres.
Talvez eles tivessem escolhido ficar na multidão por medo das perseguições ou por medo das responsabilidades de um discípulo, porém os que se tornaram discípulos resolveram abrir mão de suas vontades para fazer a vontade de Deus e continuar a espalhar o evangelho da verdade.
A verdade é que Deus busca verdadeiros adoradores e quem ainda tem comportamento e mentalidade de multidão não pode ser um verdadeiro adorador. Por isso, para saber como estamos agindo, se como multidão ou como discípulos compare 7 Diferenças entre o Discípulo e a Multidão.

1º A multidão precisa ver para crer e o discípulo crê para poder enxergar - Muitos seguiam a Jesus para saber se o que ouviam falar a seu respeito era verdade ou não, mas os discípulos ou seguiam porque sabiam que sobre Ele estava o espírito de Deus. Enquanto a multidão buscava ver com seus próprios olhos os discípulos criam de todo coração.

2º A multidão busca o milagre mas o discípulo busca aquele que realiza o milagre - Pessoas que pensam como multidão querem apenas receber um milagre, mas após receber o que querem elas se retiram esquecendo o principal que é o milagre da salvação, mas quem pensa como discípulo quer estar perto de Jesus todo o tempo pois sabe que dele vem a salvação.

3º A multidão para diante de uma barreira mas o discípulo transpõe as barreiras - Pessoas que agem como multidão ao ver uma barreira, ou seja um problema, retrocedem pois pensam consigo mesmas "eu sou fraco, eu não consigo" ou ainda dizem "eu não posso suportar", mas quem age como um discípulo não para, ao contrário ele avança porque confia em Deus, e olha o que Deus faz por ele: Deus renova as suas forças (Isaías 40:31).

4º A multidão assiste a vitória dos outros, mas o discípulo é um vencedor - Na multidão existem vários tipos de pessoas, mas o pior tipo são os expectadores, eles vêem à igreja somente por vir, já virou rotina. Assim a vida deles não rompe e eles continuam somente assistindo a vitória de outros. O discípulo, ao contrário desses, está sempre lutando, por isso ele é um vencedor. A diferença entre o perdedor e o vencedor é que o perdedor faz o que precisa ser feito de vez em quando e o vencedor faz sempre.

5º A multidão só ouve a palavra e o discípulo prega a palavra - A pessoa que vive com mentalidade de multidão vive apenas como expectadora e como ouvinte, ficam de braços cruzados quando já está mais do que na hora de deixar de ser ouvinte e se tornar um pregador, pregando para seus familiares e amigos. Jesus nos chamou pare ser suas testemunhas, não alguns mas todos (Atos 1:8). O discípulo, por sua vez, prega a palavra em todo o tempo (II Timóteo 4:2).

6º Quem pensa como multidão usa seu ministério para lutar contra o próximo e o discípulo luta pelo próximo - Na maioria das vezes quem faz parte da multidão não gosta de ser ativo, não gosta de trabalhar, mas existem alguns que até querem fazer alguma coisa mas com a motivação errada. Eles querem status, querem aparecer e por isso acabam lutando contra o próximo como se a obra de Deus fosse uma verdadeira disputa de quem é melhor que quem. Quando uma pessoa assim tem em suas mãos qualquer cargo, ela pisa nos outros pois se acha superior. Mas o verdadeiro discípulo segue os passos de Jesus e usa seu ministério para atrair almas para o Senhor. Deus nos chamou para sermos pescadores de homens (Marcos 1:17).

7º A multidão se esconde e o discípulo diz: "Eis-me aqui!" - Como vimos, na multidão existem aqueles que querem sempre estar na frente, mas existem também aqueles que só querem estar escondidos. Eles se acham incapazes, se sentem inferiores e por isso se escondem atrás dos outros. Um discípulo deve sempre dizer: "Eis-me aqui", um discípulo deve estar sempre disponível pra Deus, pronto para trabalhar e fazer a obra.

Se você quer deixar a multidão e se tornar um verdadeiro discípulo, comece mudando sua mentalidade, faça como Salomão peça a Deus sabedoria (I Reis 3:9). Tenha mentalidade de um discípulo e seja sal e luz do mundo!
Viva o melhor ano da tua vida!
Marluce Cardoso de Jesus Silva

terça-feira, 2 de março de 2010

Diga ao povo que marche!


Graça e Paz amado de Deus!
Esta é a ordem de Deus pra você: MARCHE!
Todos nós passamos por problemas e dificuldades, às vezes nos vemos sem saída e sem saber o que fazer. Atrás de nós está o inimigo tentando nos aprisionar, e à nossa frente um grande mar. Assim estava o povo de Israel, sem saber o que fazer (Leia Êxodo 14). Em desespero, muitos indagavam a Moisés se tinha sido para morrer no deserto que haviam saído do Egito. Então Moisés clamou a Deus e Deus respondeu: "Diga ao povo que marche" (Êxodo 14:15). Eu aprendo que se estou passando por momentos difíceis eu preciso ser forte e marchar; se eu parar e ficar olhando para o problema nada vai acontecer e o problema só vai se agigantar, mas se eu marchar, avançar Deus abre o mar para eu passar. Para Deus não há impossíveis, Ele pode todas as coisas, mas Ele quer ver a nossa fé entrando em ação (Hebreus 11:6). Parece loucura marchar em direção ao mar, mas se você marcha é porque você crê que ele vai se abrir. É aí que entra o agir de Deus, Ele olha do céu, vê você lutando, vê você se esforçando, marchando em frente, embora as circunstâncias te motivem a parar, e quando Ele te vê Ele diz: "Este é meu filho, eu não o posso abandonar", então o impossível, na tua vida, se torna possível, o mar se abre pra você passar, seu inimigo é destruído e você pode então festejar a vitória.
Aprenda: mesmo quando tudo estiver dizendo que não a voz de Deus te encoraja a prosseguir. Quando você crê em Deus Ele trabalha por você (Isaías 64:4), então não pare diante do problema, não se atemorize diante do inimigo, marche que Deus vai agir em teu favor!
Viva o melhor ano da tua vida!
Marluce Cardoso de Jesus Silva
Related Posts with Thumbnails

Ministério de Louvor Ebenézer

Louvai ao Senhor porque Ele é bom, porque a sua misericórdia dura para sempre.

(Salmos 106:1)